sábado, 12 de maio de 2012

Morre Matemático: Aliança, Coreia, Rebu, Taquaral e Sapo serão ocupadas pela PM






A implantação das UPPs no Rio de Janeiro empurrou em revoada traficantes para a Zona Oeste e ao outro lado da ponte muito além de Niterói...

Enquanto na Zona Oeste ferrenha disputa com milícias encurralou moradores...

Do lado de lá da poça novamente o batalhão da área acusado da morte da juiza Patricia Acioli na semana passada teve intervenção da Corregedoria que cercou o quartel e prendeu soldados e oficiais por acusação de parcerias impuras com bandidos oriundos do Rio...

A política de implantação de Unidades de Polícia Pacificadora pode ter retrocesso em razão que o patrão da idéia, governador Sérgio Cabral, está com o pescoço na degola ao sua trupe dançar fagueira com guardanapos na cabeça em restaurante francês à nossas expensas...

Na realidade o grande condutor da política de segurança pública do RJ e autor da façanha inimaginável do poder público adentrar favelas chama-se José Mariano Beltrame...

O secretário de Segurança Pública Beltrame é o autor solitário de toda engenharia que começou quando ônibus e carros foram incendiados pelas ruas e ele estava em Brasília para a presidenta Dilma nomeá-lo Ministro e se negou recebê-lo quando eclodiram os ataques sincronizados dos traficantes...

Lembro da imagem do Bope em comboio, numa manhã de quarta feira, seguindo pela Avenida Brasil prontos para combate no Complexo do Alemão quando receberam ordem de virar à direita e entrarem no quartel da Marinha para de lá sairem acompanhados de blindados das Forças Armadas e Fuzileiros Navais a bordo...

Já não bastava o Bope travar troca de tiros de fuzil mas um rosário de ponto 50 no bico de um tanque de guerra para botar traficantes em disparada descendo para a Vila Cruzeiro...

Existe nos bastidores informação que Beltrame se desvinculará do governo Cabral em breve...

Nem precisa...

Cabral lançar Pezão como seu sucessor é suicídio eleitoral de sua clã...

Sérgio Cabral está morto politicamente...

Qualquer Garotinho ganha do Cabral no primeiro turno com folga...

Sérgio Cabral é um finório espectro astuto que teima andar...


Só resta a Sérgio Cabral lançar Beltrame como sucessor e sair de cena em direção à Portobello...

Se insistir com Pezão...

Irá tomar um igual atrás...

Sérgio Cabral Filho acabou...

Seu pai Sérgio Cabral continua apresentando programa na rádio Roquete Pinto FM RJ a contar histórias antigas da música brasileira com personagens como Nelson Sargento e Walter Alfaiate e sua mãe administrando o Museu da República onde Getúlio se matou com tiro no peito...

Hora de todos se aposentarem...

Acho que chega...

Todo indevido Cabral descobre algo e acaba no ostracismo envolto na incompetência e volúpia por poder sem perceber que toda e qualquer organização social possuia regras e limites...




Jorge Schweitzer







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.