sábado, 20 de julho de 2013

Recepção ao papa Francisco no Palácio Guanabara custará R$ 850 mil de dinheiro público






Cerimônia de recepção do Papa custará R$ 850 mil aos cofres públicos 

O valor do evento, que terá água, café e biscoitos, deve ficar em R$ 1.300 por pessoa   


LEONARDO VIEIRA  
RENATO ONOFRE  


RIO - A cerimônia de recepção do Papa Francisco marcada para esta segunda-feira, no Palácio Guanabara, vai custar R$ 850 mil dos cofres públicos. 

A informação foi confirmada em nota pela assessoria do governo do estado do Rio neste sábado. 

O evento marca o início da agenda oficial do pontífice, que vem ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). 

 Dentre os 650 convidados para a recepção, estão a presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer, além do próprio governador Sérgio Cabral e governadores estaduais. 

Dividindo o custo total pela lista de presentes, o evento custaria por pessoa cerca de R$ 1.300. 

De acordo com a nota, haverá um “serviço simples de buffet”, que incluiria água, café e biscoitos. 

A empresa contratada por licitação para a cerimônia seria a Cenários e Cenas Consultoria, Assessoria e Planejamento Ltda., que acumula mais de R$ 20 milhões em contratos com o governo do estado somente em 2013. 

A montagem de um palanque no Jardim de Inverno do Palácio, de onde o papa falará aos presentes, saiu por R$ 1.800. 

A estrutura tem um metro de altura e 16 metros quadrados. 

Já a parte do buffet teria custado R$ 8 mil dos cofres públicos, e não R$ 150 mil informado anteriormente. 

Contudo, a assessoria não quis detalhar as despesas com os outros cerca de R$ 840 mil do total divulgado. 

Em resposta ao GLOBO, a Arquidiocese do Rio afirmou que não iria se pronunciar, alegando que apenas o governo estadual poderia comentar o caso.





Um comentário:

  1. É só eu quem acha, ou tem algo de muito errado nisso????

    ResponderExcluir