sábado, 26 de junho de 2010

Promotor Rodrigo Merli Antunes: Três pessoas podem ter participado do assassinato de Mércia Nakashima...

.



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Taí, gostei do posicionamento firme do promotor Rodrigo Merli Antunes:

“É possível que pelo menos três pessoas colaboraram com o crime. Ainda não é possível individualizar as responsabilidades, quem foi o mandante, quem executou ou quem colaborou auxiliando numa possível fuga dos criminosos. Talvez seja possível que tenha sido um mandante ou dois executores. Quem irá analisar isso será a polícia... O que sabemos é que muitos contatos telefônicos foram feitos entre os suspeitos até o dia do crime [23 de maio].”

Mais, o juiz Leandro Jorge Bittencourt Cano revogou o sigilo no processo e no inquérito policial que apuram o assassinato da advogada Mércia a pedido do Ministério Público...


O promotor Rodrigo Merli Antunes alegou que o caso já ganhou repercussão nacional e o segredo não poderia ser mais imposto à defesa dos suspeitos pelo crime...

É por aí, eu já havia comentado diversas vezes por aqui que o esclarecimento do assassinato da menina Isabella Nardoni foi eficaz em razão da transparência e oportunidade da sociedade pressionar pela elucidação...

Não estamos tratando com figuras intocáveis, mas com pessoas sob quais pesam suspeitas bastante robustas sobre um assassino premeditado e brutal...

Impossível ficar no mais ou menos...
.
Eu e que não posso acusar um Mizael Bispo e se me enganar vou tomar um processo que vai complicar minha vida caso esteja equivocado; um promotor possui imunidades que lhe deixam a cavalheiro para levantar suspeitas e sustentá-las......

Até cobrei por aqui que gostaria de ver o Dr. Cembranelli atuando no caso...

Acho que não há mais necessidade...

O Dr. Rodrigo Merli Antunes está aí para atuar...



Jorge Schweitzer





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.