domingo, 11 de agosto de 2013

Pai denuncia filho pedófilo de 21 anos que abusou de enteado de 2 anos de idade em Boa Vista, RR





Em RR, criança de dois anos é estuprada pelo padrasto, diz polícia 

Denunciado pelo pai, jovem confessou crime e disse que agiu outras vezes. 

Depois de interrogado, ele foi conduzido à Penitenciária Agrícola. 


Érico Veríssimo 
Do G1 RR 


Em Roraima, a polícia prendeu na tarde deste domingo (11) um jovem de 21 anos suspeito de estuprar o enteado de dois anos de idade. 

O crime aconteceu no sábado (10), no bairro Santa Tereza, localizado na zona Oeste de Boa Vista. 

O boletim de ocorrência foi registrado na Central de Flagrantes no 5º Distrito Policial e, no mesmo dia, foi expedido o mandado de prisão. 

O suspeito se apresentou espontaneamente na delegacia, acompanhado de um repórter cinematográfico que o teria convencido a ir ao local buscar documentos pessoais que estariam retidos no Distrito Policial. 

Inicialmente, o jovem negou as acusações. 

Ele disse que seu pai teria insinuado o abuso da criança ao ver os dois sozinhos no banheiro. 

O suspeito disse que estaria apenas limpando a criança após ela ter feito necessidades fisiológicas. 

Logo após, segundo ele, os dois começaram a discutir. 

Quando a mãe da vítima quis saber o motivo da discussão, o sogro dela, pai do suspeito, afirmou que o teria visto abusando sexualmente da criança. 

A mulher acionou a polícia e o caso foi registrado no 5º Distrito Policial. 

No mesmo dia, a criança passou por exames médicos e ficou comprovada a conjunção carnal, segundo a polícia. 

O delegado Paulo André Migliorin, que estava de plantão no sábado, disse que recebeu as primeiras informações sobre o caso por volta das 20h. 

Desde então, ele acompanhou todos os procedimentos, inclusive esteve no Instituto Médico Legal e no Hospital da Criança, onde foram feitos os exames que comprovaram o estupro. 

"Eu recebi as informações do relatório de ocorrência, quando foi apresentada a mãe da criança. 

O policial relatou que o pai do suspeito, ao ouvir o menino chorando dentro do banheiro, pensou que a mãe estava dando um 'corretivo' nele. 

Mas, ao olhar por uma brecha, ele viu que a criança saiu do local e, logo em seguida, o padrasto", disse. 

O delegado ainda informou que o suspeito saiu de casa e, ao retornar, ele foi agredido pelo próprio pai. 

Ao ver a agressão, a mãe da criança perguntou ao sogro o que estava acontecendo e ele contou o que havia visto minutos antes no banheiro. 

"Como o suspeito estava em lugar desconhecido, pedimos ontem mesmo [sábado] a prisão preventiva dele. Com o apoio da população e da imprensa, conseguimos prendê-lo. Eu o alertei durante o interrogatório que, caso confessasse, isso seria atenuante à pena dele a ser decidida pelo juiz. Ele confirmou, disse que foi a quarta vez que fez isso [abuso] e estava embriagado, o que não justifica", ressaltou Migliorin. 

O jovem prestou depoimento ao delegado Paulo Migliorin e, após passar por exame de corpo de delito no IML, foi conduzido à Penitenciária Agríciola de Monte Cristo, onde ficará à disposição da Justiça. 

O delegado concluiu dizendo que toda a assistência será dada à vítima e família. 

"A Polícia Civil vai tomar todas as providências. 

Os órgãos responsáveis serão comunicados e farão o acompanhamento necessário, seja médico, psicossocial, para que essa criança e nem a família sejam abandonadas, pois todos sofrem com essa situação", afirmou.



PS: Atitude de homem de verdade é esta: dar uma surra em criminoso que abusa de criança e depois o entregar à Polícia... Mesmo se o bandido for seu filho... JS






Um comentário:

  1. PERPÉTUA PRA ESSE BANDIDO AINDA É MUITO POUCO...

    ResponderExcluir